Logo
TERESINA-PI
Volume dos rios preocupa prefeito e Teresina vai decretar emergência
O prefeito admitiu que Teresina tem deficiência estrutural no que diz respeito à drenagem das águas das chuvas.
03/04/2019 18h37
Por: Ronaldo Mota
Fonte: Cidade Verde

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, adiantou à TV Cidade Verde que vai decretar situação de emergência em decorrência das volumosas chuvas que atingem a capital.  O decreto será assinado nesta quinta-feira (4). O aumento significativo no volume dos rios preocupa o chefe do executivo municipal. 

Na manhã de hoje o prefeito, ao lado de secretários municipais e superintendentes das SDUs, visitou as regiões mais afetadas na capital pelas últimas chuvas. Firmino disse  que as comunidades ribeirinhas precisam de muita atenção porque os volumes dos rios estão aumentando a cada dia. Algumas famílias da Vila Apolônia, na zona Norte. já estão ilhadas e precisam utilizar canoas para saírem de casa. 

“Vamos decretar emergência amanhã. Temos três fatores que nos levam a esse estado de emergência. Primeiro é que estamos em uma situação de chuva bastante intensa, estamos no início de abril e já temos mais de 200mm de chuva na cidade.  A expectativa é que tenhamos muito mais chuvas nos próximos dias. Segundo é o volume do Parnaíba está crescendo, toda a sua bacia recebendo água e o terceiro fator é o crescimento do volume do rio Poti, que está muito  elevado e começa a colocar em risco as populações ribeirinhas”, explica o prefeito Firmino. 

O prefeito admitiu que Teresina tem deficiência estrutural no que diz respeito à drenagem das águas das chuvas.  Nesta manhã vários pontos da capital ficaram alagados e os teresinenses sofreram com os transtornos. 

“Drenagem é um problema generalizado nas cidades grande e média do país porque é ultimo item da estrutura urbana que é criada porque ela é muito cara de ser construída. É necessário que a gente possa compreender o problema e ao mesmo tempo amenizar e ter atenção para que a gente possa evitar ter esses problemas de forma generalizada”, ressaltou Firmino.

 

Com a publicação do decreto de situação de emergência, o município de Teresina terá maior agilidade burocrática em relação aos atos que as Superintendências  de Desenvolvimento Urbano pode desenvolver, ações da Defesa Civil e também sinalizar autoridades estaduais federais acerca da necessidade de ajuda. 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários