Logo
São Miguel do Tapuio

Centenas de pessoas são atendidas em mutirão de cirurgias da catarata

As cirurgias estão sendo realizadas no Hospital Estadual José Furtado de Mendonça, em São Miguel do Tapuio, sem nenhum custo ao paciente.

09/04/2019 19h05Atualizado há 3 meses
Por: Ronaldo Mota

O município de São Miguel do Tapuio está realizando um grande mutirão de cirurgias da Catarata. O procedimento está sendo realizado por uma equipe do Hospital H Visão, através deum convênio com Ministério da Saúde, Secretária de Saúde do Estado do Piauí, e parceria com a Prefeitura de São Miguel do Tapuio e Secretaria Municipal de Saúde.

 

De acordo com informações do Secretário Municipal de Saúde, Erasmo Freire Gomes Neto, que acompanha todo o atendimento no Hospital Estadual José Furtado de Mendonça, cerca de 300 pacientes estão sendo atendidos com o procedimento.

 

Erasmo explica que na primeira etapa do processo foi realizada uma triagem do público alvo nos dias 27 e 28 de março, na Unidade Básica de Saúde do Bairro Canto, momento em que os pacientes foram submetidos a consultas e exames, também pela equipe de profissionais do Hospital H Visão (Hospital de Olho), de Teresina.

 

Os pacientes que passaram pela a triagem e foram detectados com a doença [Catarata], estão sendo submetidos ao procedimento cirúrgico pela equipe do Hospital H Visão, composta por Dr. Caio Jansen (Especialista em Catarata) e pelo Dr. Thiago Castro (Especialista em Glaucoma e Catarata).

 

Os profissionais estão utilizando um método moderno com a mais alta tecnologia do momento, a onde a maior vantagem vista pela nossa reportagem e pelas demais pessoas que estavam no local, é que, o paciente sai do centro cirúrgico com os olhos abertos.

 

 

Ao sair do centro cirúrgico, o paciente vai para outra sala, onde recebe óculos escuros e colírio para o tratamento. No local um enfermeiro Camerino Neto, repassa as orientações e os cuidados para o pós-operatório, tais como: higienização das mãos, medicação, alimentação e data da consulta de revisão.

 

 

O prefeito, Lincoln Matos, ressaltou que o mutirão é uma grande conquista para o município, uma vez que, beneficia pacientes que estão há anos na espera por não ter condições financeiras para arcar com o procedimento cirúrgico. “Essa ação é um esforço conjunto da nossa administração para promover qualidade visual da população que necessita do procedimento e atender uma demanda antiga da região”, disse o gestor municipal.

 

 

Em São Miguel do Tapuio, o mutirão iniciou na sexta-feira (05) e termina neste domingo (07). A previsão é que sejam realizadas 300 cirurgias, atendendo principalmente pessoas idosas e carentes, que não têm acesso a esse tipo de procedimento.  Na rede privada é um procedimento de alto valor e que se não fosse essa ação, 90% dessas pessoas dificilmente teriam a visão de volta.

 

 


Fonte: Francisco Alves/PortalSamita

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários