Logo
Política

Campanha eleitoral em Castelo é antecipada, mas o clima é de muita dúvida

Enfim, se avexe não, que amanhã pode acontecer tudo, até mesmo nada

24/04/2019 11h25
Por: Ronaldo Mota
Fonte: Neto Monte

Está muito claro que a campanha eleitoral para as eleições de 2020 foram antecipadas e o interessante é que essa estratégia não era desejo nem da situação e nem da oposição, que talvez preferissem deixar a discussão para o tempo certo, a partir de abril do ano que vem, prazo para as filiações de quem desejasse disputar algum cargo eletivo.

A oposição, liderada pelo ex-prefeito Zé Maia, estava se mantendo discreta em relação a discussão de um nome para competir com o atual prefeito, Magno Soares, candidato natural a reeleição. Talvez a aposta desse grupo fosse o ex-prefeito Wilmar Cardoso, que por ser um nome conhecido e já ter administrado a cidade, não era necessário fazer um trabalho de construção de nome. Sendo Wilmar ou outro ligado ao prefeito, o protagonismo da oposição permaneceria com Zé Maia.

Para o atual prefeito que está iniciando o terceiro ano de mandato não seria interessante antecipar a discussão política, o Brasil vive um momento de incerteza para os municípios e desviar o foco da administração para a política não seria algo positivo.

Pode se dizer que um fato que marcou essa antecipação do processo de sucessão do prefeito Magno tenha sido a saída do vereador Raimundinho Mineiro do cargo de secretário de infraestrutura. Embora isso fosse previsível, pois a muito tempo o vereador demonstra publicamente sua posição em relação a administração, a concretização desse ato criou um fato político, principal alimento para desencadear processos de articulação no meio político.

Raimundinho parece que desistiu do seu projeto pessoal de ser prefeito e busca construir uma base para apoiar o empresário Osmano Moura e busca contar com uma aliança com o grupo que governou Castelo do Piauí de 1983 até 2016. Essa aproximação pode causar algumas incompreensões no eleitorado o que demandaria um esforço para explicar os motivos de tal aliança. Acontece que embora se comente a realização de muitas reuniões entre lideranças ligadas ao ex-prefeito Zé Maia e esse setor do PSB, o ex-prefeito não declarou publicamente quem será o candidato que irá apoiar. Se voltarmos no tempo, em 2016 até a véspera da convenção a chapa desse grupo era formada por Lalá e Neirane que estavam em um bom ritmo de pré-campanha e o que se concretizou foi outra chapa composta por Marcello Maia e Léo Cardoso. Talvez Zé Maia pretenda manter a prudência e não declarar apoio a nenhum candidato nesse momento, o que não impede que alguém busque se consolidar como nome viável.

O prefeito Magno é um político, embora jovem, que conhece bastante a política castelense, prova disso foi a sua eleição em 2016 com uma boa margem de votos. Talvez não fosse o seu desejo se dividir entre administrar e fazer política já nesse momento, mas com certeza é bem hábil para formar uma boa base de apoio e reúne as condições de favoritismo na disputa. Apesar das críticas oposicionistas, o que é normal, o prefeito mesmo diante de uma crise que afeta todos os municípios, está conduzindo a cidade com pagamentos em dias, mantendo o bom desempenho educacional que herdou de gestões passadas, com aumento do índice do IDEB, atuando em setores como saúde, assistência social, realização de eventos esportivos e culturais, programas voltados para o agricultor familiar, entre outras ações de destaque.

Embora com essa campanha antecipada, é natural que esse ainda não seja o ano das grandes decisões que influirão diretamente no resultado. O prazo da janela para mudança de partidos para os vereadores será abril de 2020, assim como o prazo de filiação partidária e desincompatibilização de cargos para os que serão candidatos. Com certeza o período que antecederá esse prazo será de muita movimentação e muita coisa surpreendente pode acontecer. O que teremos mesmo nesse ano será muita conversa, andanças e dúvidas, entre elas: Sairá um candidato de terceira via? Zé Maia abrirá mão do protagonismo da oposição para apoiar outro nome? Zé Magno conseguirá ainda manter esses setores insatisfeitos ao seu lado? Magno conseguirá atrair oposicionistas para o seu grupo? Como se formarão as chapas de vereadores, que talvez seja o maior termômetro para o resultado do pleito? Enfim, se avexe não, que amanhã pode acontecer tudo, até mesmo nada

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Teresina - PI
Atualizado às 15h23
29°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 24°
33°

Sensação

9 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
Documento
Banner 1 - Festas
Municípios
2
Últimas notícias
Banner 3 - Castelo Odonto
Mais lidas
Casa da Carne
Banner 5