Logo
Política

Jair Bolsonaro anuncia saída do PSL para criar novo partido

A primeira reunião da futura legenda vai acontecer no próximo dia 21.

12/11/2019 21h45
Por: Ronaldo Mota

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a deputados nesta terça-feira que vai se desfiliar do PSL e criar o partido  Aliança Pelo Brasil . A expectativa é que em torno de 30 parlamentares acompanhem o presidente. A primeira reunião da futura legenda vai acontecer no próximo dia 21.

As informações foram passadas pelos deputados Daniel Silveira (PSL-RJ) e Bia Kicis (PSL-DF), que participaram da reunião com Bolsonaro nesta tarde. 

— A gente acabou de sair da reunião com o presidente, em que ele anunciou a saída dele do PSL. Ele vai para um novo partido, que vai se chamar Aliança Pelo Brasil. Claro que parlamentares que foram eleitos pelo sistema proporcional não podem sair ainda. Partido tem que ser criado e, no dia 21, será a convenção do novo partido — disse Bia Kicis. — Ficou claro que a gente vai sair independente de fundo partidário. A gente quer um novo partido, mas não queremos briga com o PSL.  

Para o deputado Daniel Silveira, o processo está "bem adiantado":

- Esperamos a criação, no máximo, até março, para conseguir antes da janela e participar das eleições (do ano que vem) com segurança. 

O parlamentar disse que não há um plano alternativo, como a filiação a outras legendas. Caso o processo não se concretize a tempo da próxima janela partidária, o grupo deve continuar no PSL. 

- Continuaremos no PSL (se a criação da nova legenda não vingar), a não ser que haja expulsão -- disse Silveira. 

O estatuto da futura sigla será apresentado no evento do dia 21. Os advogados de Bolsonaro já consultaram o TSE sobre a possibilidade de colher assinaturas de forma eletrônica para o registro da nova sigla.

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) já entregou inclusive o pedido de desfiliação ao Tribunal Superior Eleitoral . Por ter concorrido em uma eleição majoritária, o senador não corre o risco de perder o mandato, diferentemente de deputados que decidam deixar o PSL.

Com Bolsonaro de saída do partido, o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar , intensificou as conversas com dirigentes partidários no intuito de fundir a sigla a outra legenda . Além do DEM, do prefeito de Salvador, ACM Neto, Bivar já abriu diálogo também com representantes de outros dois partidos: o PROS e o PSC.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários