Logo
Polícia

Mentor das explosões dos bancos volta a Campo Maior e acaba preso

Marcelo estava na companhia de outro homem que conseguiu descer do carro e fugir. A polícia está na perseguição do elemento nas imediações da Praça Bona Primo.

Plantão Policial

Plantão PolicialElias Junior

03/12/2019 00h42
Por: Ronaldo Mota
Fonte: Campo Maior em Foco

Por volta das 22h30 desta segunda-feira (02) a Polícia Militar de Campo Maior juntamente com a Polícia Rodoviária Federal prenderam Marcelo Pimentel Cunha Nery, vulgo Marcelo Negão com um fuzil AK-47 é uma pistola após furar o bloqueio da PRF.

Segundo o Major Etevaldo, Marcelo seguia em sentido a Piripiri quando agentes da PRF deram sinal para que ele parasse, mas o mesmo não respeitou e empreendeu fuga. A guarnição da PM foi acionada e conseguiram efetuar a prisão na Avenida Siqueira Campos, nas proximidades do Posto Santa Paz.

Marcelo estava na companhia de outro homem que conseguiu descer do carro e fugir. A polícia está na perseguição do elemento nas imediações da Praça Bona Primo.

Marcelo Negão é considerado pela polícia um dos maiores assaltantes de banco do Estado e é acusado de ser o mentor das explosões às agências bancárias que ocorreram em Campo Maior em abril deste ano. Desde a época do crime que ele estava foragido.

A polícia acredita que ele estava indo para Fortaleza onde de lá pegaria voo para São Paulo. Marcelo andava em um carro modelo HB 20 com placa de Teresina. Além das armas, a Polícia encontrou um documento em nome de Márcio Pimentel Cunha Nery, irmão de Marcelo.

 

 

 
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários