Domingo, 24 de Maio de 2020 20:41
(86) 99911-8355
Cidades Coronavírus

É GRAVE: Mães denunciam distribuição de alimento vencido pela Prefeitura de Altos (PI)

A ideia sugerida pelo vereador oposicionista Maxwell da Mariinha e aplicada pela Prefeitura de Altos de distribuir a merenda escolar para as famílias dos alunos carentes começou a ser executada nesta semana pela secretaria Municipal de Educação, porém as mães fizeram várias reclamações nas redes sociais.

02/04/2020 11h04
910
Por: Ronaldo Mota
É GRAVE: Mães denunciam distribuição de alimento vencido pela Prefeitura de Altos (PI)

O que era para ser uma ação positiva em benefício da população altoense que sofre bastante nesse momento de crise causada por conta da pandemia do Covid 19, virou na verdade uma grande polêmica e mal estar para a Prefeitura do município piauiense.

A ideia sugerida pelo vereador oposicionista Maxwell da Mariinha e aplicada pela Prefeitura de Altos de distribuir a merenda escolar para as famílias dos alunos carentes começou a ser executada nesta semana pela secretaria Municipal de Educação, porém as mães fizeram várias reclamações nas redes sociais.

Elas reclamam que o kit de alimentação contém poucos itens e até mesmo alimento vencido. “Olha aí pra quem tem filho nas escolas daqui de Altos. O grande kit, a cesta de alimentação que tão dando aí nas creches. Lá em Teresina é um saco cheio de alimentos, aí aqui as diretoras fazem a gente perder o tempo da pessoa pra ir pegar essa esmola”, relatou uma das beneficiárias.

Nessa imagem aparece a secretária de edcução com sua equipe ao lado de algumas sacolas que seriam os kits de alimentação.

Letícia Ítalo, que também é mãe de um aluno da rede municipal usou grupos de whatsapp para divulgar uma foto que mostra um pacote de biscoito com data de validade vencida. O alimento estaria, segundo ela, no kit que recebeu da prefeitura. Após sua denuncia, a Secretaria emitiu uma nota alegando que seria fake news. Letícia se revoltou com o posicionamento da secretaria e foi para facebook e instagram rebater a nota. "Esse é o kit, ainda teve produto vencido e eles estão postando que é fake news e não é. Eu mesma recebi, comentei numa postagem do Kiko Fontenete (Vereador), uma mulher me chamou de mal agradecida e que eu não preciso. Eu preciso sim, e muito, mas tem que ter dignidade com o ser humano. Ela quis dizer que se eu preciso eu tenho que comer mesmo ele vencido", reagiu a mãe.

 

O que impressiona é que na imagem do produto divulgado por Letícia, a data de vencimento do alimento é de 29 de janeiro de 2020 e nesse período o ano letivo de escolas e creches de Altos ainda não havia começado. “Quando essas crianças começaram a estudar esse biscoito já estavam vencido, que venceu foi no começo do ano. Ave Maria, que dizer que essa merenda já chegou foi vencida? Porque venceu no dia 29 de janeiro, as aulas nem tinham começado ainda”, comenta outra mãe em um dos áudios.

Josyane Mello, que também se apresenta como sendo mãe de aluno, postou no grupo ‘Bazar da tranqueira’ que também recebeu alimento com data de validade vencida. "Tá aqui o biscoito do kit que eu fui receber, vencido. Isso quer dizer que estão dando comida vencida para nossas crianças. É uma falta de vergonha isso para a secretaria de educação", comentou a mãe. O alimento, da imagem mostrada por Josyane, venceu no dia 06/03/2020.

Outro lado

Prefeitura de Altos emitiu uma nota sobre o assunto.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A Prefeitura de Altos, por meio da Secretaria Municipal de Educação, vem a público esclarecer que todas as medidas cabíveis, legais e sanitárias para a distribuição dos kits de alimentação estão sendo tomadas. Assim, é possível afirmar que há um rigoroso controle com a data de vencimento de todos os produtos.

Portanto, reiteramos que nenhum item que compõe o kit de alimentação se encontra fora do prazo de validade. Diante disso, a Secretaria Municipal de Educação informa que está tomando todas as medidas legais, junto aos órgãos de Justiça, para combater a disseminação de informações falsas, difamatórias e caluniosas, utilizadas para atingir essa ação de tão grande relevância social.

 

VEREADOR FAZ AMEAÇAS A QUEM DIVULGAR

O Vereador Kiko Fontenele, que pertence a base aliada da prefeita Patrícia Leal, postou uma nota de esclarecimento em sua conta do instagram onde ameaça as pessoas que ousarem tocar no assunto de merenda vencida na cidade. Veja a postagem:

POLÍCIA FEDERAL

Como o alimento é comprado com recursos da união, pertencentes à merenda escolar, a Polícia Federal é quem deve ser acionada para apurar o caso, pois se trata de um crime federal.

Sobre o município