Quarta, 08 de Julho de 2020 07:13
(86) 99911-8355
Esportes Geral

Greve dos enfermeiros começa quinta no Piauí

Categoria reivindica perdas salariais acumuladas desde 2012 e acordos não cumpridos pelo estado

24/06/2020 12h04
407
Por: Ronaldo Mota
Greve dos enfermeiros começa quinta no Piauí

O Sindicato dos Enfermeiros Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Estado do Piauí (Sinatepi) confirmou que o início da greve da categoria, por tempo indeterminado, prevista para esta quinta-feira (25), está mantida mesmo com o pedido de ilegalidade do movimento impetrado no Tribunal de Justiça (TJ-PI) pelo governo estadual. 

Dentre outras coisas, os trabalhadores da saúde reivindicam perdas salariais acumuladas desde 2012. Erick Ricelli, presidente da entidade, garante que todas os requisitos de greve foram cumpridos, inclusive com o envio de ofícios para órgãos como Ordem dos Advogados (OAB) e Ministério Público Estadual (MPE).

"Fizemos que era necessário comunicar, tanto para o gestor como para a sociedade, fizemos. O estado entrou com pedido de ilegalidade da greve, mas estamos pautados justamente na ilegalidade do estado”, disse o sindicalista, que também encaminhou uma petição ao Judiciário apontando as demandas da classe.

O movimento grevista dos enfermeiros, profissionais considerados fundamentais neste momento de combate a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), deve realizar um ato nesta quinta em frente ao Hospital Getúlio Vargas (HGV), em Teresina, de onde seguirão em marcha até o Palácio de Karnak, sede da administração estadual.

“O governo não pode fazer isso que faz conosco. Desde 2012 sem reajuste. Na greve de 2016 o estado chamou, negociou e não cumpriu. Em 2019 da mesma forma. Não podemos simplesmente fazer mais uma greve e não termos resultados”, argumentou Ricelli.