Sexta, 07 de Agosto de 2020 22:04
(86) 99911-8355
Geral Geral

Sistema prisional do Piauí já registra 378 casos de contaminação pelo novo coronavírus

O diretor de inteligência da Sejus também garantiu que os testes de Covid-19 continuam sendo ofertados no sistema prisional.

28/07/2020 08h47
245
Por: Ronaldo Mota Fonte: Cidade Verde
Sistema prisional do Piauí já registra 378 casos de contaminação pelo novo coronavírus

O Sistema prisional do estado do Piauí já registra 378 casos de contaminação pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia, no último mês de março. Até o momento, foram infectados 127 policiais penais, 25 policiais militares, 51 servidores administrativos e 175 detentos.

Dos casos confirmados, 27 policiais penais, 24 servidores administrativos e 29 detentos ainda continuam apresentando sintomas da Covid-19. 

O sindicato dos Policiais Penais (Sinpoljuspi) denuncia que o número de casos pode ser ainda maior, por conta das dificuldades para a realização da testes no ambiente do sistema prisional do Piauí. 

"É muito maior o número, porque muitos policiais penais, sem o amparo do Estado para fazer os exames internos, dentro da unidade prisional, tiveram que buscar caminhos externos, como  planos de saúde, gastar do próprio bolso para poder custear os exames", ressaltou o presidente do Sinpoljuspi, Cleiton Holanda. 

O Sindicato denuncia ainda que faltam Equipamentos de Proteção Individual e que servidores que possuem comorbidades estão sendo obrigados a continuar cumprindo as escalas de plantão. 

"Os maiores de 60 anos, com comorbidades, continuam trabalhando, submetidos a uma pressão psicológica. A gente ainda fica sofrendo com essa falta de equipamentos", disse Cleiton Holanda. 

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o diretor de inteligência da Secretaria de Justiça, Charles Pessoa,  afirmou que os equipamentos de proteção individual continuam sendo ofertados aos servidores e detentos do sistema prisional. De acordo com ele, a medida é fundamental para barrar o avanço da doença. 

"Desde o início da pandemia, a secretaria estabeleceu uma série de medidas com intuito de prevenir a entrada e a disseminação da Covid-19 dentro das unidades penais. Uma das medidas é o fornecimento de materiais, equipamentos de proteção individual, como máscaras, tanto para servidores, como para os próprios apenados", pontua. 

O diretor de inteligência da Sejus também garantiu que os testes de Covid-19 continuam sendo ofertados no sistema prisional. 

"Todas as unidades penais dispõem de testes para os servidores, mas nós temos que atender a as orientações dos órgãos de saúde. A secretaria de Justiça apresentou uma nota técnica. Se esses servidores se enquadrarem, apresentando os sintomas, conforme as orientações, temos sim os testes", explica. 

"Todos os presos que adentram o sistema prisional são devidamente testados. Se, porventura, esse preso está infectado com a Covid-19 ele será direcionado a uma unidade penal específica, onde será disponibilizado o tratamento para esse custodeado", completa o diretor da Sejus.