Quarta, 20 de Janeiro de 2021 01:40
(86) 99911-8355
Política Eleições 2020

Novo Santo Antônio e São João da Serra estão entre as 26 cidades que possuem mais eleitores do que habitantes

Das 224 cidades piauienses, 26 têm mais eleitores do que habitantes, de acordo com levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

04/09/2020 14h01
Por: Ronaldo Mota Fonte: Cidade Verde
Novo Santo Antônio e São João da Serra estão entre as 26 cidades que possuem mais eleitores do que habitantes

Das 224 cidades piauienses, 26 têm mais eleitores do que habitantes, de acordo com levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM). 

Muitos eleitores possuem ligação familiar com a sua cidade de origem e, apesar de residirem em outro lugar, continuam com o domicílio eleitoral nas pequenas cidades. Essa, dentre outras situações, fez com que  26 cidades do Piauí possuíssem mais eleitores do que habitantes nas Eleições 2020. O dado faz parte do levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), após encerramento do prazo em maio, pela Justiça Eleitoral, de alteração dos domicílios eleitorais. O consultor da CNM, Eduardo Stranz, acredita que, a depender da quantidade de eleitores, eles podem decidir a votação de uma cidade pequena nas eleições municipais.

"O TSE permite que o morador de uma cidade escolha o seu domicílio eleitoral. Então, muitas pessoas optam por ter o domicílio eleitoral  no local onde se criou, que tem relações familiares, e não troca esse domicílio porque passou a morar em ouro local".

Além disso, o consultor do CNM ressalta que a política nas pequenas cidades está, muitas vezes, ligada a laços familiares. "As famílias tem alguém que é secretário no município, que é vereador, prefeito,  e acaba existindo essa ligação (com o votar em alguém que é da família). A pessoa vive nas grandes cidades, mas tem interesse em participar da vida política da cidade pequena", diz Stranz. 

"Esses eleitores não vivem no lugar do seu domicílio eleitoral, mas de alguma forma interfere na eleição. Em alguns casos,  eles não mudam o domicílio eleitoral porque querem ter essa oportunidade de viajar e rever os familiares. É muito mais uma vontade pessoal do que necessariamente uma questão de interferência na eleição".  

Cidades com mais eleitores do que habitantes no PI

Gestão Municipal

Eduardo Stranz também chama a atenção para a questão da gestão da cidade. O voto, afinal, é um compromisso com a cidade, com o desejo de melhorias em diversos aspectos, como transporte coletivo, iluminação pública, coleta de lixo, semáforos e ruas sem buracos, por exemplo.

"A pessoa quer ter iluminação pública, coleta de lixo, ruas sem buracos, mas devido a relação pessoal com o local em que nasceu, vota naquela cidade. O voto também é uma questão de cidadania". 

Stranz ressalta que o "ideal seria a pessoa votar no local em que ela vive porque é onde vive 24 horas do dia, mas não está errado em preferir votar em seu local de origem. É uma questão pessoal e comportamental". 

Coronavírus

Por  conta da pandemia, Eduardo Stranz acredita que muitos moradores podem optar por justificar o voto a ter que se deslocar para votar nas pequenas cidades. A data das eleições municipais 2020 foram remarcadas para novembro. Até lá, o cenário ainda é incerto já que não existe, até o momento, vacina para a Covid-19 

"Vai ser complicado. O processo de votação é um grande risco porque tem muitas pessoas envolvidas. É um risco iminente , não podemos descartar que pode ser um fator de propagação do vírus. Acredito que muitos não irem para as suas cidades e irão se abster de votar nesse ano".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
BASTIDORES
Sobre BASTIDORES
Ronaldo Mota