Terça, 20 de Outubro de 2020 06:31
(86) 99911-8355
Saúde Coronavírus

COE é acionado para definir novas ações após óbitos por Covid-19 voltarem a subir no Piauí

O Piauí é o único estado em alta para óbitos pelo novo coronavírus no País. Houve um crescimento da média móvel de cerca de 50%.

15/10/2020 11h49
34
Por: Ronaldo Mota Fonte: Cidade Verde
COE é acionado para definir novas ações após óbitos por Covid-19 voltarem a subir no Piauí

Integrantes do COE (Comitê Estadual de Operações Emergenciais) estão sendo convocados para uma reunião extraordinária nesta quinta-feira (15), a partir das 11h. A reunião é marcada após governador Wellington Dias (PT) solicitar que os técnicos e pesquisadores identifiquem e apontem novas ações para barrar o aumento de óbitos por Covid-19 no estado.

O Piauí é o único estado em alta para óbitos pelo novo coronavírus no País. Houve um crescimento da média móvel de cerca de 50%. 

Wellington Dias recomendou ao secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, uma reavaliação minuciosa do quadro de infecção pelo novo coronavírus no Piauí. 

O objetivo é de que a Sesapi, juntamente com o Comitê de Operações Emergenciais (COE), possam analisar o crescimento na incidência de casos de covid-19 e o crescimento de óbitos ocasionados pela doença nos últimos dias.

" Tivemos dois dias com números considerados elevados em relação ao período da semana anterior. Tínhamos uma média entre oito e nove óbitos e nos últimos dias registramos uma média de 14. Por isso, é preciso que investiguemos a fundos os motivos pra que isso tenha acontecido", explica o governador. 

A partir dos dados apresentados, o Governo, ladeado por sua equipe técnica, deve assumir quais medidas serão adotadas.

Dias alerta ainda que as medidas de segurança e de saúde, amplamente incentivadas, devem ser mantidas para que o estado não retorne a cenário anterior, no que diz respeito ao número de casos registrados.

"Não podemos retroceder. É preciso se manter vigilante quanto ao distanciamento social, o uso da máscara  e todas as demais medidas sanitárias que o momento nos exige. O vírus continua ativo e não podemos voltar a patamares anteriores de infecção. Precisamos continuar salvando vidas", afirmou.

 

Flash Yala Sena (com informações do governo)