Domingo, 29 de Novembro de 2020 22:27
(86) 99911-8355
Geral LEI SECA

Decreto proíbe consumo de bebida em locais públicos, mas libera em bares e restaurantes

A restrição se aplica ainda a praças e outros logradouros fora do ambiente domiciliar.

22/10/2020 09h45 Atualizada há 1 mês
810
Por: Ronaldo Mota Fonte: Cidade Verde
Decreto proíbe consumo de bebida em locais públicos, mas libera em bares e restaurantes

O governador Wellington Dias anunciou, na noite desta quarta-feira (21), medidas estabelecidas em decreto, a serem adotadas para reduzir a transmissibilidade do coronavírus. Forças de segurança, vigilância sanitária e equipes de saúde serão convocadas para intensificar a fiscalização das restrições estabelecidas nos planos específicos de retomada das atividades, além de promover a testagem da população. 

As polícias militar e civil, voltarão a fiscalizar a exigência do uso da máscara, álcool gel e o distanciamento nas ruas e dentro de estabelecimentos. Nas casas de eventos será observada também a capacidade ocupação. 

A Polícia Rodoviária Federal e demais o?gãos fiscalizadores de trânsito, devem intensificar as blitzen e a testagem dos condutores com etilômetro. Existe uma preocupação com a crescente demanda de leitos hospitalares por acidentados no trânsito, ocupando vagas que poderiam servir a portadores de covid-19. 

"A falta desses cuidados está fazendo aumentar o número de pessoas com covid, cresce a ocupação de leitos e, consequentemente, os óbitos. Trabalhamos para conter a tarnsmissibilidade e reduzir mortes" declarou Dias.  Na última semana, o Piauí registrou 70 mortes por covid-19, média de 10 óbitos por dia. Duas semanas antes, o estado teve a menor marca, 54 óbitos, média diária de 7,7 mortes.

Lei Seca

O decreto proíbe o consumo de bebida alcoólica em vias públicas. Ambientes externos (fora da área de atendimento) de bares, restaurantes e casas de eventos, serão fiscalizados, não sendo permitida a ingestão de bebidas. A restrição se aplica a praças e outros logradouros fora do ambiente domiciliar.