Quarta, 21 de Abril de 2021 01:35
(86) 99911-8355
Política POLÍTICA

Vereadores Jadeilson e Anderson Lima visitam secretarias de saúde e educação em Castelo do PI

O objetivo foi fiscalizar a situação da distribuição da merenda escolar e vacinação da covid-19

07/04/2021 23h02 Atualizada há 2 semanas
Por: Ronaldo Mota
Vereadores Jadeilson e Anderson Lima visitam secretarias de saúde e educação em Castelo do PI

Nesta terça-feira, 06, o Presidente da Câmara de Vereadores de Castelo do Piauí, Jadeilson Pereira (PT), e o Vereador Anderson Lima (MDB) visitaram as Secretaria de Educação e Saúde do município.

Primeira Reunião

Os vereadores indagaram à Secretária de Educação Idala Soares sobre o motivo do atraso na distribuição do kit de merenda escolar. “Na primeira licitação as empresas foram desclassificadas por descumprimento dos critérios do edital, o que obrigou a Secretaria de Administração a fazer outra licitação que deverá acontecer no próximo dia 8”, explicou Idala.

Após o processo burocrático a secretaria municipal procederá com a compra e distribuição da merenda escolar.

Segunda Reunião

Em visita à Secretária de Saúde Toinha Ribeiro, os vereadores solicitaram uma explanação geral sobre o trabalho da campanha extraordinária de vacinação contra o Covid-19. De acordo com a gestora, o trabalho está seguindo rigidamente as exigências do Ministério da Saúde, mas infelizmente a distribuição de vacinas para os municípios ainda está deixando a desejar.

“Para nossa felicidade recebemos hoje mais um lote de vacinas destinado aos idosos das faixas etárias que haviam ficado de fora e vamos zerar nosso estoque até o final dessa semana”, declarou a secretária.

Ainda segundo Toinha, o atraso na vacinação é causado pela falta do imunizante no país e como consequência o Governo Federal faz o envio de quantidades muito distantes da necessidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.