Terça, 03 de Agosto de 2021 07:44
(86) 99911-8355
Polícia PRISÃO

Preso segundo suspeito de envolvimento na morte do policial penal Arlindo Neto em Campo Maior (PI)

De acordo com informações foram mais de 40 diligências e buscas por imagens de câmeras até chegar aos acusados.

16/07/2021 10h34
Por: Ronaldo Mota Fonte: CAMPO MAIOR EM FOCO
Preso segundo suspeito de envolvimento na morte do policial penal Arlindo Neto em Campo Maior (PI)

Na tarde desta quarta-feira (14) a Polícia Civil de Campo Maior (PI), prendeu o segundo suspeito identificado como Ernandes de Sousa Araújo, de 22 anos, por envolvimento no assalto que resultou na morte do policial penal Arlindo Neto no bairro Parque Estrela em Campo Maior (PI).

O Em Foco tentou contato com o delegado Périkles Lima, responsável pela investigação, que não deu detalhes a respeito do assunto para nossa equipe de reportagem. Mas de acordo com a apuração da nossa redação foram mais de 40 diligências e buscas por imagens de câmeras até chegar aos acusados. 

Ainda de acordo com informações, após a prisão de um dos suspeitos, ele foi ouvido e negou envolvimento, mas na terça-feira (13) ele confessou novamente como foi todo o desenrolar, como eles chegaram o local e a motivação, finalizando com a revelação de quem seria o segundo suspeito. Já o segundo preso ficou em silêncio e não contou a versão dele.

O PRIMEIRO SUSPEITO PRESO

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão na última  segunda-feira (11) contra um dos acusados, identificado apenas por Alan, por assassinar o Policial Penal, Arlindo Neto durante uma tentativa de assalto na cidade de Campo Maior (PI).

Segundo informações repassadas ao Em Foco, de pessoas próximas a família da vítima, a polícia capturou o suspeito identificado apenas como Alan. O mesmo teria já confessado envolvimento no crime, onde ainda não se sabe até o momento qual dos dois efetuou os disparos que vitimaram o policial, o que ainda está sendo investigado diante dos depoimentos. Além disso, ele conhecia Arlindo Lima e o reconheceu.  

 

A reportagem do Em Foco entrou em contato com o delegado da 5ª Delegacia Regional de Campo Maior, Périkles Lima, responsável pelo caso, mas o mesmo disse que não poderia falar no momento. O Chefe de cartório Backer Martins também foi procurado pela reportagem, e afirmou ser boato a prisão do suspeito, e que o caso segue em investigação.

CÂMERAS FLAGRARAM OS BANDIDOS

No início da tarde desta segunda-feira (28), foram divulgadas imagens de câmaras de segurança com os suspeitos de assaltar e balear o agente penitenciário, Arlindo Neto, durante uma tentativa de assalto no bairro Parque Estrela em Campo Maior (PI) na noite deste domingo (27). 

Na noite do crime, a arma de fogo e a motocicleta utilizada pela dupla no assalto foram encontradas no bairro Cidade Nova, que fica nas proximidades do local e ainda com indícios que os homens, após o roubo, tomaram uma motocicleta de um entregador de pizza para fugir. Arlindo Neto era policial penal na Penitenciária Regional de Timon, no Maranhão. Ele deixou a esposa e um filho.

O CRIME

O policial penal identificado como Arlindo Lima de Oliveira Neto e o amigo, Sebastião Alves de Sousa Neto, de 32 anos, foram baleados na noite desse domingo (27) durante uma comemoração em uma residência na cidade de Campo Maior, Norte do Piauí.

O comandante do 15° Batalhão da Polícia Militar, major Etevaldo Alves, informou que dois homens chegaram na casa em uma motocicleta e anunciaram o assalto. A dupla roubou um celular de uma pessoa que participava da comemoração e atirou contra Arlindo e Sebastião.

“No momento em que eles viram a arma na cintura de Arlindo, perceberam que se tratava de um policial e atiraram. Arlindo foi atingido por dois tiros no tórax. Já o amigo foi baleado no braço”, comentou o comandante.

O policial penal foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde passou por cirurgia. Francisco Júnior, irmão de Arlindo, contou que o policial passou por uma drenagem ainda no sábado (03), mas acabou o seu quadro de saúde não melhorou e ele veio a óbito nesta segunda-feira (05). O velório ocorreu em Campo Maior, mas o enterro foi realizado na cidade de Coivaras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.