Terça, 03 de Agosto de 2021 09:16
(86) 99911-8355
Polícia PRISÃO

Travesti é amarrada e espancada em porta-malas de carro em Teresina

A travesti teria furtado joias e acabou presa.

21/07/2021 10h00
Por: Ronaldo Mota
Travesti é amarrada e espancada em porta-malas de carro em Teresina

O vídeo foi divulgado pela ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), mostra uma travesti sendo presa por uma pessoa, em um porta-malas de uma carro e sendo espancada por duas outras pessoas. A travesti teria furtado joias e acabou presa.

No primeiro vídeo, a travesti aparece com os pés amarrados e sendo entregue a dois guardas municipais e deitada no chão. No segundo vídeo, é mostrado o espancamento e ela gritando e chorando.

A SEMCASPI (Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas) determinou a apuração do caso pela Guarda Civil Municipal.

NOTA DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL

A Guarda Civil Municipal de Teresina (GCM) esclarece que atendeu a uma ocorrência no residencial Parque Brasil III, zona Norte de Teresina, nesta segunda-feira (19). Ao chegar ao local, a equipe encontrou com uma travesti amarrada, suspeita de furtar apartamentos na região. Após ouvir os envolvidos, os membros da corporação que acompanhavam a ocorrência orientaram que o suposto agressor a desamarrasse.

Na sequência, a suspeita foi algemada e, juntamente, com o suposto agressor, foram conduzidos à Central de Flagrantes de Teresina para apuração do caso. Sobre um vídeo em que a travesti aparece sendo espancada no porta-malas de um carro, a GCM não presenciou o fato, uma vez que chegou ao local posteriormente.

Em hipótese alguma, a Guarda Civil Municipal de Teresina defende que seja feita Justiça com as próprias mãos. Por fim, o comando da GCM vai avaliar se houve falhas no procedimento.

Em seu perfil no Instagram, a ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), repudiou as agressões.

NOTA DA ANTRA

Recebemos informações e um vídeo de UMA TRAVESTI NEGRA MANTIDA PRESA DENTRO DO PORTA MALAS DE UM CARRO E SUBMETIDA A ESPANCAMENTO E TORTURA POR UM GRUPO DE HOMENS EM TERESINA/PI.

À vítima foi amarrada e espancada. Jogada no chão e a guarda municipal não tomou nenhuma atitude para impedir a tortura.

Exigimos uma resposta imediata para identificar e responsabilizar os envolvidos nessa barbárie. É inadmissível a espetacularização da violência contra pessoas trans de forma pública e aceita de forma naturalizada por quem assiste passivamente esse horror!

Que ela seja levada a justiça pelo seu erro, mas que tenha suporte diante de tamanha violência. E que esses torturadores que aparecem no vídeo são denunciados, processados e paguem pelo que fizeram. Tortura é crime! Não há justiça com as próprias mãos. Também é importante que a guarnição do GCM que atendeu a ocorrência seja investigada pela transfobia por omissão na forma com que conduziu o caso no local, ao ver a moça amarrada e jogada no chão e não agiu para bloquear e encerrar ali o tratamento desumano a que fé submetida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.