Quarta, 19 de Janeiro de 2022
Cidades CIDADES

Prefeito de Jatobá do Piauí, Hilton Gomes rebate acusação feita por parlamentar de oposição

Um parlamentar de oposição levantou uma acusação contra o prefeito que teria gasto R$ 400 mil em sanitização de prédio públicos.

11/08/2021 às 09h23 Atualizada em 11/08/2021 às 11h27
Por: Ronaldo Mota Fonte: Campo Maior em Foco
Compartilhe:
Prefeito de Jatobá do Piauí, Hilton Gomes rebate acusação feita por parlamentar de oposição

Na última sessão da Câmara de Vereadores de Jatobá do Piauí realizada na sexta-feira (06), um parlamentar de oposição levantou uma acusação em que o prefeito Hilton Gomes teria gasto R$ 400 mil em sanitização de prédio públicos.

Em resposta ao vereador que levantou essa acusação, o prefeito Hilton Gomes se pronunciou em sua defesa, onde afirmou que, no pico da infecção pelo novo coronavírus na cidade, ele realizou as medidas de prevenção obrigatórias com a sanitização dos espaços públicos, afim de proteger a população contra a infecção.

"Foi contratada de forma emergencial no dia 9 de abril, de 2021, a empresa Mariana R de M Paulo, para o serviço de sanitização de áreas internas e externas de prédios públicos com o intuito de combate a covid-19, contrato esse que tem validade até o dia 8 de outubro, de 2021, com o valor estimado de R$ 132.840 (cento e trinta e dois mil, oitocentos e quarenta reais). Desse valor que é uma estimativa, a Prefeitura de Jatobá do Piauí gastou com sanitização apenas R$ 33.210 (trinta e três mil, duzentos e dez reais)", informa nota da Assessoria do Prefeito Hilton Gomes.

Segundo ainda a resposta do gestor, o próprio parlamentar que trouxe a informação equivocada, chegou a solicitar a sanitização todos os dias nas escolas da rede pública municipal, algo que é impossível, em decorrência de que nesse trabalho são utilizados produtos químicos, que quando usados, as pessoas não podem entrar no local de imediato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.